Monday, 18 February 2013

sobre os porquês:




não sei, não sei. sinto a necessidade de um espaço meu pra dizer os não-ditos de cada dia. espaço pros amores sem fim, pras pequenas meditações, os gritos embolotados na garganta do cotidiano. meu Entrelinhas funciona já há alguns anos, mas é espaço puro de prosa/poesia, nada que não seja escrita entre lá. também o Cinespasmo tem uma função específica. e o resto todo que me cerca (e me invade) acaba é não cabendo em lugar nenhum...

aqui, um pouco de tudo. aqui, palavra solta, trecho de livro, cena de filme, dança, música e uns alguns poréns. minhas reclamações desgovernadas, meu desequilíbrio, talvez uma tentativa de.

uma tentativa de algo que eu ainda não sei o que é. mas que vai indo... entre uns cafés e uns fatos, uns cafés com fatos, com cigarrinho do lado e música de fundo porque sim. é assim que a vida passa.